sábado, 9 de julho de 2011

Brasil e Rússia farão a decisão da Liga

A Seleção Masculina de Vôlei jogou hoje contra a Argentina pelas semifinais da Liga Mundial 2011, e venceu por 3 sets a 0. O resultado nos colocou em mais uma decisão da competição.

E a vitória de hoje teve como destaque o 2º set do jogo, que foi o mais longo desta edição da Liga, e um dos mais longos da história: 42 a 40 para o Brasil.

Brasil e Rússia (que venceu hoje a Polônia por 3 sets a 1) farão a grande final amanhã, às 15h, com transmissão do Sportv. Vamos torcer juntos pela conquista do 10º título em Ligas Mundiais e ver mais um peixinho da vitória.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Brasil vence EUA e está nas semifinais da Liga Mundial

O Brasil tomou mais um susto na manhã de hoje, ao perder o primeiro set para os Estados Unidos pelo placar de 25 a 15, em jogo válido pela primeira fase final da Liga Mundial. Tudo indicava que se repetiria o sofrimento vivido no jogo de ontem, contra Cuba. Porém, desta vez a reação começou mais cedo. A equipe venceu os 3 sets seguintes e de quebra garantiu vaga na semifinal.

O jogo foi marcado por algumas discussões entre jogadores brasileiros e a arbitragem, o que resultou em uma sonora bronca para Bruninho dada pelo técnico Bernardinho. Erros de arbitragem deixaram as equipes nervosas em alguns momentos. No segundo set, o último ponto do Brasil foi feito por Leandro Vissotto. Mas deveria ter sido validado para os EUA, já que a bola tocou na antena. Resultado: muita reclamação americana.

O terceiro set foi o mais equilibrado do jogo, seguiu indefinido até o fim, quando o Brasil acertou mais que os rivais e acabou por levar a melhor. Já no quarto set o Brasil veio com mais concentração, jogou muito bem em todos os fundamentos e devolveu o passeio tomado no primeiro set exatamente pelo mesmo placar: 25 a 15.

A Seleção enfrenta amanhã a Rússia pela última partida dessa fase final, às 8h30, apenas cumprindo tabela, sem obrigação de vencer. No entanto, a vitória será importante para não deixar cair a confiança.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Brasil sofre mas vence Cuba pela Liga Mundial

Alívio. Foi o que sentiram os torcedores e demais fãs da Seleção Masculina de Vôlei na manhã desta quarta-feira. O jogo contra Cuba foi daqueles de tirar o fôlego e fazer o coração disparar em vários momentos. E quem pensava que esse jogo seria o mais fácil desse grupo da fase final estava completamente enganado. A vitória saiu somente no Tie-Break, por 3 sets a 2.

Cuba começou dando muito trabalho na partida, jogou melhor, aproveitando-se dos vários erros do Brasil e venceu os dois primeiros sets com certa facilidade. O Brasil, porém, encontrou forças para reagir, especialmente com algumas mudanças feitas por Bernardinho, e conseguiu vencer o terceiro set e respirar no jogo. Já no quarto set, como diria o amado e odiado Galvão Bueno, foi "teste pra cardíaco". No finalzinho dele, a disputa se acirrou, e Cuba teve o Match Point em suas mãos algumas vezes. Mas o Brasil teve mais competência -e um pouco de sorte- ao conseguir vencer por 30 a 28. Que sufoco!

Já no Tie-Break, por incrível que pareça para um jogo tão complicado, o Brasil teve mais tranquilidade. Não sei se foi a retomada de confiança da nossa Seleção, ou o abatimento do time Cubano por ter deixado escapar uma vitória que esteve tão próxima no set anterior. Talvez os dois fatores juntos. Mas o que importa é que conseguimos vencer, e jogaremos amanhã, novamente às 8h30, contra os EUA, eterna pedra no sapato, com mais calma.

Enquanto o Brasil for "o "time a ser batido" será sempre assim. Todos tentando fazer o "jogo da vida" contra nós. Os jogadores não poderão se dar mais ao luxo de relaxar em nenhuma partida.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Jogo entre Brasil e Porto Rico hoje no CQC

O repórter Felipe Andreolli, do CQC, da Band, esteve neste domingo no ginásio do Ibirapuera, no jogo entre Brasil e Porto Rico. A matéria vai ao ar no programa desta noite, daqui a pouco.

Entre as muitas brincadeiras, Felipe propôs um novo desafio ao técnico Bernardinho: Dirigir o Corinthians para ajudá-lo a vencer a Libertadores da América.

Na foto ao lado, ele entrevista o ex-jogador de vôlei Marcelo Negrão.

Globo transmite maratona na corrida pela audiência e deixa vôlei de lado

É isso mesmo, amigos leitores do País do Vôlei e fãs do esporte. A Rede Globo mais uma vez mostrou que não basta termos uma equipe de ouro como a Seleção Masculina de Vôlei, que ganha praticamente tudo o que disputa e eleva o nome do nosso esporte pelo mundo afora para que eles dêem prefêrencia em suas transmissões. O que conta na verdade é a audiência e os negócios com os patrocinadores dos eventos.

Até aí, tudo bem, eles são uma empresa como qualquer outra e vendem seu produto como bem entendem. O que não consigo entender é porque mentem para nós. Por que anunciaram a transmissão do vôlei para este domingo, se pretendiam na verdade mostrar a Maratona de SP? Deviam especificar: Neste domingo, "você que se liga no vôlei", assista na Globo os 5 minutos finais e emocionantes de Brasil e Porto Rico (se tiver sorte). Nem mesmo a SPORTV transmitiu, a não ser um VT fajuto e consolador às 21h30 de ontem.

Mas acredito que todos os telespectadores da rede plim-plim ficaram felizes. Afinal, ver um queniano e uma marroquina vencendo a maratona é extremamente prazeiroso, emocionante numa manhã de domingo. Melhor do que ver uma equipe que representa a nação com títulos vencer  dando alegrias aos brasileiros, não é mesmo?

Organização de dois grandes eventos no mesmo dia

Realizar 2 grandes eventos numa cidade gigante como São Paulo não é nada de outro mundo. Dá para fazer sem problemas. A não ser que os eventos sejam exatamente no mesmo local, o que aconteceu neste domingo. A chegada da Maratona de SP era em frente ao Obelisco, ou seja, quase ao lado do ginásio do Ibirapuera. Tenho certeza de que o público do vôlei enfrentou grandes problemas para acessar o ginásio, especialmente para encontrar vagas para estacionar.

Digo isso por experiência própria. Sempre deixo o carro na rua quando saio da av 23 de maio, próximo ao ginásio. Sempre chego cedo, com 2 horas de antecedência, e a rua está sempre quase deserta. E neste domingo, pela primeira vez em anos, tive muita dificuldade para encontrar uma, somente uma vaga. Demorei 20 minutos, fazendo um 'tour' pelo bairro. E não pensem que há outras saídas simples. O estacionamento oficial do ginásio, que custa "apenas" 30 reais, estava lotado desde cedo. E para piorar, na região não há estacionamentos privados. Apenas flanelinhas que fazem a festa e cobram até 15 reais antecipados para irem embora em vez de cuidadem dos carros. Metrô por perto que é bom, nada.

Espero que dá próxima vez, o senhor prefeito Kassab pense melhor nisso. Que seja mais sensato e considere mais as pessoas. Afinal, nós queremos esportes na cidade para o nosso lazer, entretenimento e bem-estar, e não para se estressar e brincar de superar desafios criados por ele. PS: Será que a Globo não tem sua parcela de culpa? R: Claro que tem, afinal, ela negocia as datas e horários com os realizadores e patrocinadores dos eventos.

Seleção Brasileira faz rodada impecável na estreia pelo returno

A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei fez duas grandes apresentações neste fim de semana (18 e 19), contra Porto Rico, no Ginásio do Ibirapuera (SP), na estreia do returno pelo grupo A da Liga Mundial 2011. Nas duas partidas o placar foi 3 a 0 para o Brasil.

No jogo de sábado, Porto Rico deu mais trabalho ao Brasil, que passou por alguns momentos de dificuldade, o que preocupou o técnico Bernardinho. O destaque brasileiro foi o meio-de-rede Lucão, que teve excelente aproveitamento nas suas investidas, e dificultou o bloqueio adversário. Vale destacar ainda os bons saques do atleta.

Já no domingo, Porto Rico parecia mais desacreditada, e iniciou o primeiro set apática. O resultado foi 25 a 10 para o Brasil. O segundo set foi mais apertado, mas nada que preocupasse o Brasil. Somente no terceiro set é que Porto Rico esteve à frente no placar, porém, a alegria deles não durou muito, e a Seleção garantiu mais uma importante vitória na Liga.

Agora o Brasil enfrentará os EUA na casa deles. As partidas serão nos próximos dias 24 e 25, ambos às 21h  (horário de Brasília). Será um confronto difícil e importante, e teremos a chance de devolver a derrota na última semana para eles, no Mineirinho. Se vencermos as duas então, será perfeito.

Mais fotos das duas partidas:







quarta-feira, 8 de junho de 2011

Gustavo fora da Liga Mundial

Não é dessa vez que o meio de rede Gustavo poderá ter a revanche contra os EUA. Ele fraturou o quinto matatarso do pé esquerdo e ficará afastado das quadras por 4 semanas para se recuperar. O meio de rede Éder, do Cimed/Sky/Florianópolis, foi chamado por Bernardinho para substituí-lo.

É lamentável que isso tenha acontecido logo agora. Gustavo não atuava há 3 anos pela Seleção (desde a final de Pequim, em 2008) e nos últimos jogos da Liga deste ano esteve muito bem em quadra, sendo destaque nos bloqueios contra a difícil Polônia. Vamos torcer para que ele se recupere logo e volte a nos presentear com seu bom voleibol.